Nos anos que antecederam a guerra, o presidente do Brasil, Getúlio Vargas, incentivava o país para uma maior industrialização. Com o apoio do Presidente, um grupo de empresários do Rio Grande do Sul estabeleceu uma pequena operação de fabricação de ferramentas e logo começou a projetar sua própria arma. Assim nasceu a Taurus.

Em 1942, os primeiros revólveres Taurus entraram em plena produção.

Em 1942, os primeiros revólveres Taurus entraram em plena produção.

Em 27 de junho de 1949, a Taurus transformou-se em uma Sociedade Anônima, dando início a um novo ciclo de crescimento.

A fabricação e a venda de armas se intensificam e, em pouco tempo, a produção e a demanda crescem. O parque industrial da empresa é ampliado e inicia-se a construção de uma nova fábrica em São Leopoldo/RS.

A fabricação e a venda de armas se intensificam e, em pouco tempo, a produção e a demanda crescem. O parque industrial da empresa é ampliado e inicia-se a construção de uma nova fábrica em São Leopoldo/RS.

A Taurus começa a sua expansão internacional, através das primeiras exportações de armas.

No início dos anos 70, a empresa americana Bangor Punta Corp., então proprietária da Smith & Wesson, adquire participação majoritária na Taurus. Como empresas-irmãs, a Taurus e a S & W compartilham tecnologia, com ambas as empresas se beneficiando significativamente dos avanços em engenharia e fabricação da Taurus.

No início dos anos 70, a empresa americana Bangor Punta Corp., então proprietária da Smith & Wesson, adquire participação majoritária na Taurus. Como empresas-irmãs, a Taurus e a S & W compartilham tecnologia, com ambas as empresas se beneficiando significativamente dos avanços em engenharia e fabricação da Taurus.

Em 1977, as ações da Taurus voltam ao controle de empresa nacional, cortando os laços com a marca Smith & Wesson e iniciando um programa de expansão diversificado no desenvolvimento e fabricação de armas de fogo.

A Taurus adquire a operação da Beretta em São Paulo e inicia a sua produção de pistolas no Brasil.

A Taurus adquire a operação da Beretta em São Paulo e inicia a sua produção de pistolas no Brasil.

Buscando aumentar a proeminência no mercado de armas de fogo americano, a Taurus cria a Taurus USA em Miami, Flórida, para melhor atender às necessidades dos proprietários de armas dos EUA e estabelecer uma rede de distribuição para colocar as pistolas Taurus nas mãos dos consumidores dos EUA.

A Taurus inicia a fabricação e comercialização das pistolas PT-22 e PT-25 nos EUA.

A Taurus inicia a fabricação e comercialização das pistolas PT-22 e PT-25 nos EUA.

A Taurus adquire a linha de revólveres da Rossi.

A Taurus recebe a certificação ISO 9001.

A Taurus recebe a certificação ISO 9001.

A Taurus foi escolhida pelos membros da Academia de Indústria de Esportes de Tiro americana como a Fábrica do Ano.

Em 2001, recebeu o troféu “Fabricante do Ano” da Associação Nacional de Atacadistas de Artigos Esportivos dos EUA (NASGW).

Em 2001, recebeu o troféu “Fabricante do Ano” da Associação Nacional de Atacadistas de Artigos Esportivos dos EUA (NASGW).

A Taurus apresenta o Modelo PT 1911 em .45 ACP – a primeira arma da empresa baseada na plataforma 1911.

O Judge®, um revólver híbrido, é apresentado ao mercado. Este revólver apresenta câmara nos calibres .45 Colt e .410GA, permitindo ao atirador disparar cartuchos de espingarda ou de revólver.

O Judge®, um revólver híbrido, é apresentado ao mercado. Este revólver apresenta câmara nos calibres .45 Colt e .410GA, permitindo ao atirador disparar cartuchos de espingarda ou de revólver.

A Taurus adquire a Rossi Armas Longas.

Em um movimento que fortaleceu ainda mais o “DNA americano” da empresa, a Taurus adquiriu a Heritage em 2012 – fabricante do clássico revólver Single Action. Esta aquisição, combinada com a marca Rossi, fortaleceu a Taurus no importante mercado de armas dos EUA.

Em um movimento que fortaleceu ainda mais o “DNA americano” da empresa, a Taurus adquiriu a Heritage em 2012 – fabricante do clássico revólver Single Action. Esta aquisição, combinada com a marca Rossi, fortaleceu a Taurus no importante mercado de armas dos EUA.

A Taurus torna-se uma EED – Empresa Estratégica de Defesa.

Em 2014, o Controle acionário da Taurus é adquirido pela CBC, tradicional fabricante de munições e armas, com ampla atuação mundial.

Em 2014, o Controle acionário da Taurus é adquirido pela CBC, tradicional fabricante de munições e armas, com ampla atuação mundial.

Em dezembro de 2015, a Taurus unificou suas três unidades de armas no Brasil em um único complexo industrial em São Leopoldo. Com a unificação, a companhia ganhou em sinergia de processos e otimização de logística. A unidade em São Leopoldo hoje concentra as atividades de produção de revólveres, pistolas, fuzis e submetralhadoras. Tudo isso numa estrutura de 17 mil metros quadrados de área construída, instalada em 19 hectares no coração do Distrito Industrial da cidade.

A Taurus atinge a marca de 20 MILHÕES de armas vendidas.

A Taurus atinge a marca de 20 MILHÕES de armas vendidas.

A Taurus lança a Linha TSeries, desenvolvida especialmente para o mercado militar e policial. A nova família é formada pelos modelos de pistola TH e TS, fuzil T4 e a Submetralhadora Taurus, em suas diversas variações. Os novos modelos surgem para tornar o portfólio da Taurus ainda mais completo e preparado para atender às necessidades das forças de defesa do Brasil e do Mundo.

Em janeiro, o revólver Raging Hunter® em calibre .44 Magnum, recebe o prêmio Golden Bullseye Handgun of the Year 2019, concedido pela National Rifle Association (NRA).

Em janeiro, o revólver Raging Hunter® em calibre .44 Magnum, recebe o prêmio Golden Bullseye Handgun of the Year 2019, concedido pela National Rifle Association (NRA).

Com 80 anos, a Taurus continua avançando com ousadia à medida que a produção e a sede da empresa nos EUA mudam para um novo centro de fabricação com mais de 18 mil metros quadrados no sul da Geórgia. Trata-se de um movimento para permitir uma maior expansão das capacidades de engenharia e manufatura da empresa para atender à crescente demanda por produtos da Taurus e as expectativas dos clientes. Em todo o mundo, nossos produtos tornam a vida das pessoas mais segura. É por isso que nós buscamos a excelência e, nisso, investimos recursos, talentos, inteligência e coração. É assim que fazemos a nossa parte, para a formação de um mundo mais seguro e civilizado.

1939
1942
1949
1950
1968
1970
1977
1980
1981
1991
1997
1999
2000
2001
2005
2006
2008
2012
2013
2014
2015
2016
2017
2019
hoje

1939

Nos anos que antecederam a guerra, o presidente do Brasil, Getúlio Vargas, incentivava o país para uma maior industrialização. Com o apoio do Presidente, um grupo de empresários do Rio Grande do Sul estabeleceu uma pequena operação de fabricação de ferramentas e logo começou a projetar sua própria arma. Assim nasceu a Taurus.

1942

Em 1942, os primeiros revólveres Taurus entraram em plena produção.

1949

Em 27 de junho de 1949, a Taurus transformou-se em uma Sociedade Anônima, dando início a um novo ciclo de crescimento.

1950

A fabricação e a venda de armas se intensificam e, em pouco tempo, a produção e a demanda crescem. O parque industrial da empresa é ampliado e inicia-se a construção de uma nova fábrica em São Leopoldo/RS.

1968

A Taurus começa a sua expansão internacional, através das primeiras exportações de armas.

1970

No início dos anos 70, a empresa americana Bangor Punta Corp., então proprietária da Smith & Wesson, adquire participação majoritária na Taurus. Como empresas-irmãs, a Taurus e a S & W compartilham tecnologia, com ambas as empresas se beneficiando significativamente dos avanços em engenharia e fabricação da Taurus.

1977

Em 1977, as ações da Taurus voltam ao controle de empresa nacional, cortando os laços com a marca Smith & Wesson e iniciando um programa de expansão diversificado no desenvolvimento e fabricação de armas de fogo.

1980

A Taurus adquire a operação da Beretta em São Paulo e inicia a sua produção de pistolas no Brasil.

1981

Buscando aumentar a proeminência no mercado de armas de fogo americano, a Taurus cria a Taurus USA em Miami, Flórida, para melhor atender às necessidades dos proprietários de armas dos EUA e estabelecer uma rede de distribuição para colocar as pistolas Taurus nas mãos dos consumidores dos EUA.

1991

A Taurus inicia a fabricação e comercialização das pistolas PT-22 e PT-25 nos EUA.

1997

A Taurus adquire a linha de revólveres da Rossi.

1999

A Taurus recebe a certificação ISO 9001.

2000

A Taurus foi escolhida pelos membros da Academia de Indústria de Esportes de Tiro americana como a Fábrica do Ano.

2001

Em 2001, recebeu o troféu “Fabricante do Ano” da Associação Nacional de Atacadistas de Artigos Esportivos dos EUA (NASGW).

2005

A Taurus apresenta o Modelo PT 1911 em .45 ACP – a primeira arma da empresa baseada na plataforma 1911.

2006

O Judge®, um revólver híbrido, é apresentado ao mercado. Este revólver apresenta câmara nos calibres .45 Colt e .410GA, permitindo ao atirador disparar cartuchos de espingarda ou de revólver.

2008

A Taurus adquire a Rossi Armas Longas.

2012

Em um movimento que fortaleceu ainda mais o “DNA americano” da empresa, a Taurus adquiriu a Heritage em 2012 – fabricante do clássico revólver Single Action. Esta aquisição, combinada com a marca Rossi, fortaleceu a Taurus no importante mercado de armas dos EUA.

2013

A Taurus torna-se uma EED – Empresa Estratégica de Defesa.

2014

Em 2014, o Controle acionário da Taurus é adquirido pela CBC, tradicional fabricante de munições e armas, com ampla atuação mundial.

2015

Em dezembro de 2015, a Taurus unificou suas três unidades de armas no Brasil em um único complexo industrial em São Leopoldo. Com a unificação, a companhia ganhou em sinergia de processos e otimização de logística. A unidade em São Leopoldo hoje concentra as atividades de produção de revólveres, pistolas, fuzis e submetralhadoras. Tudo isso numa estrutura de 17 mil metros quadrados de área construída, instalada em 19 hectares no coração do Distrito Industrial da cidade.

2016

A Taurus atinge a marca de 20 MILHÕES de armas vendidas.

2017

A Taurus lança a Linha TSeries, desenvolvida especialmente para o mercado militar e policial. A nova família é formada pelos modelos de pistola TH e TS, fuzil T4 e a Submetralhadora Taurus, em suas diversas variações. Os novos modelos surgem para tornar o portfólio da Taurus ainda mais completo e preparado para atender às necessidades das forças de defesa do Brasil e do Mundo.

2019

Em janeiro, o revólver Raging Hunter® em calibre .44 Magnum, recebe o prêmio Golden Bullseye Handgun of the Year 2019, concedido pela National Rifle Association (NRA).

hoje

Com 80 anos, a Taurus continua avançando com ousadia à medida que a produção e a sede da empresa nos EUA mudam para um novo centro de fabricação com mais de 18 mil metros quadrados no sul da Geórgia. Trata-se de um movimento para permitir uma maior expansão das capacidades de engenharia e manufatura da empresa para atender à crescente demanda por produtos da Taurus e as expectativas dos clientes. Em todo o mundo, nossos produtos tornam a vida das pessoas mais segura. É por isso que nós buscamos a excelência e, nisso, investimos recursos, talentos, inteligência e coração. É assim que fazemos a nossa parte, para a formação de um mundo mais seguro e civilizado.