Notícias

Segundo a Simply Wall St., Taurus já tem participação de fundos estrangeiros

25/03/2021

 

 

Em 21 de março, após a divulgação do excepcional balanço da Taurus Armas relativo ao ano de 2020, esta Consultoria produziu a matéria "Taurus cresce, aparece e se projeta para o futuro", onde comentava que "O fato de voltar a ter Patrimônio Líquido positivo tem importantes e consequentes implicações que poderão fazer uma grande diferença para o futuro da companhia:

 

  • possibilidade de investimento em suas ações por grandes fundos e gestoras de capital nacionais e internacionais, até então impedidos de fazê-lo; 
  • acesso a financiamentos nacionais e internacionais em condições vantajosas; 
  • eventuais aquisições e/ou novas joint ventures estratégicas; 
  • pagamento de dividendos anuais aos acionistas (35% pelo Estatuto), após serem acertadas as dívidas de exercícios anteriores ainda pendentes;
  • e, por que não, listagem de seus títulos em uma bolsa de valores norte-americana."
 
No dia de hoje (25), ao verificar os dados disponibilizados publicamente pela casa de análises internacional Simply Wall St., lá foi encontrada a atual composição acionária da empresa, que mostra a participação de fundos de investimento nacionais e internacionais, incluindo a BlackRock, uma das mais poderosas gestoras globais de investimentos. A participação da BlacRock na multinacional brasileira foi também confirmada por meio do seu "Annual report and audited financial statements 2020 - BlackRock Strategic Funds".
 
 
Além dela, também constam: o fundo americano Macquarie Investment Management Business Trust, um dos 50 principais gestores globais de ativos; a chilena Administradora General de Fondos Security S.A., uma das principais gestoras de ativos desse país; e os nacionais: BTG Pactual Asset, XP Investimentos Asset, Caixa Econômica Federal Asset, Itaú Unibanco Asset, São Paulo Gestora de Recursos, Órama Asset e Íris Investimentos. 
 
 
Esta Consultoria acredita que as posições acionárias divulgadas sejam tomadas em relação ao total de ações da Taurus Armas, haja vista que o megainvestidor brasileiro Luiz Barsi Filho aparece detendo 4,61% da empresa, enquanto o BTG Pactual aparece com 2,98%. Ressalta-se que as datas do início de cada investimento, exceto o do Barsi e o do BTG, são desconhecidas até o momento.
 
 
 
Em 31 de dezembro, a Taurus Armas publicou em seu site a composição acionária da companhia, discriminada por tipo de ação, onde só constavam as participações de Luiz Barsi Filho e do BTG, por serem ambas superiores a 5% do total de ações preferenciais.



 
A propósito, a casa de análises Simply Wall St., com dados atualizados ontem (24) e considerando a excepcional capacidade de geração de caixa que a empresa demonstra, está projetando um valor justo para as suas ações preferenciais de R$ 148,12, dentro de seu método de Fluxo de Caixa Descontado e tomando por base um horizonte de investimento de três a cinco anos.


Para maiores informações sobre a Simply Wall St. e suas análises sobre a Taurus, veja a matéria: "Taurus: em 8 meses, ação PN atinge valor justo previsto para 5 anos por casa de análises internacional"

 
 
 
 



Avenida São Borja, n° 2181 - Prédio A - Fazenda São Borja - CEP: 93035-411
São Leopoldo - RS - Brasil
VER MAPA